Arrumar ou Organizar?

assinatura_visual_color(2)2
 

Por: Mariana Salim
Mariana Salim Organizer

Mariana Salim é professora, consultora e profissional de organização em ambientes residenciais e corporativos. Associada à NAPO (National Association of Professional Organizers) e à ANPOP (Associação Nacional de Profissionais de Organização e Produtividade), atualmente tem feito estudos sobre acumuladores crônicos.

Arrumar ou organizar?
Arrumar é o primeiro passo para tentar deixar a casa em ordem. É fácil! Basta escondermos a roupa embolada que não foi usada com as outras dentro do armário. Ou colocarmos os livros e revistas que lemos pela metade dentro da estante antes da visita chegar. Fechamos as portas dos armários e tudo se resolve, certo? Errado. Arrumar pode até ser uma solução imediata, mas geralmente não lembramos de voltar ao armário para dobrar aquela roupa embolada nem tiramos os livros e revistas (de três anos atrás) da estante.

Organizar vai além. É encontrar soluções para facilitar o dia-a-dia e a rotina da casa. É planejar onde cada objeto deve ir respeitando uma lógica e as necessidades dos moradores. Sabe aquele cantinho da casa cheio de coisa misturada? Ataque-o! Separe cada coisa encontrada e crie um lugar para cada uma delas. Categorizar os objetos é fundamental na organização. As contas que chegaram devem ir para uma pasta e as chaves devem ir para outro lugar sem misturar. Busque uma lógica em cada categoria e, se possível, coloque etiquetas para sinalizar o que vai em cada lugar.

Dicas práticas para começar a organizar sua casa ainda hoje:
1. Escolha um cômodo da casa e dedique 10-15 minutos diários para “fazer uma limpa” nele. Jogue fora papéis sem valor, objetos sem uso, quebrados e tudo que não tem mais utilidade. Faça disso um hábito.

2. Se não vai dar conta de se dedicar por mais de 15 minutos, não insista. Sua casa não ficou bagunçada de um dia pro outro e você não vai organizá-la em um só dia.

3. Não confie tanto em sua memória e invista em uma agenda. Pessoas organizadas costumam anotar tudo o que precisam fazer e/ou lembrar.

4. Crie metas diárias ao invés de resoluções anuais. Faça listas de tarefas que você gostaria de realizar diariamente e siga suas anotações. Isso faz você criar o hábito de se dedicar às tarefas de maneira realista.

5. Mantenha todas as contas em uma pasta. O ideal é você ter pelo menos duas pastas: uma de contas a pagar e outra de contas pagas.

6. Tente guardar suas coisas sempre no lugar que você destinou a elas e incentivar todos os membros da casa a fazerem o mesmo. Isso cria uma rotina na casa.

7. Sujou? Limpe! Tudo fica mais fácil de limpar na hora. Imagine um prato cheio de molho de tomate no dia seguinte… Pra que fazer esforço esfregando mais do que precisa?

8.Menos é sempre mais. Desapegue! Jogue fora tudo o que não tiver conserto, doe o que não cabe mais em você, faça um bazar, customize, recicle. Se sua casa está sempre muito bagunçada é um sinal de que você tem mais coisas do que usa. Mantenha nela somente o que serve em você e te deixa feliz!

assinatura_visual_color(2)

Comentários

Comentários