Zika Vírus X Gestantes

1aedes
 

Por: Monique EliasMonique Elias
Instagram
Clique aqui e envie um email

Olá mamães e futuras mamães queridas, espero que esteja tudo muito bem com todas vocês. Eu fico sempre idealizando um assunto “x” para essa minha coluna amada, mas chega na hora “H” eu me pego com assuntos relevantes que não posso deixar passar.
Vamos falar sobre Zika Vírus?

Quem está grávida, com toda certeza, está muito preocupada com o surto de microcefalia que vem acontecendo no país.
Segundo o Ministério da Saúde, a febre zika vírus “é uma doença viral aguda, transmitida principalmente por mosquitos, tais como Aedes aegypti, caracterizada por exantema maculopapular pruriginoso, febre intermitente, hiperemia conjuntival não purulenta e sem prurido, artralgia, mialgia e dor de cabeça. Apresenta evolução benigna e os sintomas geralmente desaparecem espontaneamente após 3-7 dias.”

O que significa tudo isso? Com exatidão não sei, mas posso dizer que em decorrência disso, a grande maioria dos médicos estão indicando às mulheres/casais que querem ou estão tentando engravidar, adiem essa decisão, principalmente nas áreas mais afetadas e mulheres que ainda tem tempo/idade fértil.

Só posso dizer com exatidão que já foi confirmado a relação entre o Zika e a Microcefalia. E levando em consideração que a transmissão se dá pela picada do mosquito, temos que entender que ele hoje, é o grande violão das mamães e das futuras mamães, pois a mãe pode transmitir o vírus na gestação. Mamães, esse pequeno é poderoso e ainda não existe vacina, nem tratamento como antiviral. O tratamento dos casos sintomáticos é para o controle da febre e da dor. No caso de erupções pruriginosas, os anti-histamínicos podem ser considerados. Assim como nos casos de Dengue, não é aconselhável o uso de ácido acetilsalicílico e outros drogas anti-inflamatórias em função do risco aumentado de complicações hemorrágicas.

Em relação a gestante, sabe-se que o risco é maior no 1º trimestre, mas não se descarta o risco nas outras fases da gravidez. Também não quer dizer, que se a grávida teve Zika, com certeza o bebê nascerá com microcefalia.

O que é MICROCEFALIA? É quando o cérebro do bebê não se desenvolve, ou não o suficiente, na gestação, o que pode trazer muitos problemas neurológicos ao bebê e até levar a morte.
No Brasil, já foram registrados mais de 700 casos de microcefalia recentemente. No entanto, além do Zika vírus, a microcefalia também pode ser causada por rubéola, varicela, toxoplasmose, citomegalovírus, infecções, síndromes genéticas e até pelo uso de álcool ou drogas pela mãe durante a gestação.

A criança é considerada com microcefalia se o diâmetro da cabeça for inferior a 32 centímetros. Bebê com microcefalia não tem a moleira na cabeça, o crânio vem calcificado.
Sintomas:
1zika

PREVENÇÃO
A melhor prevenção é o uso de repelente e tentar exterminar as áreas de foco do mosquito.
1IMG_1162

Previna-se, ajude também a combater o mosquito, faça a sua parte!
1dicas_dengue

Se você está tentando engravidar, pense bem, esse não é o momento, converse com seu médico, veja o que ele pensa a respeito, avalie bem, se for possível, pense em adiar um pouco os planos de uma gravidez mesmo que você não esteja nas regiões de risco, mesmo assim, é importante a prevenção e evitar viagens para as regiões de surto.

Quanto à amamentação, já se verificou que o vírus é encontrado no leite materno, mas ainda não há comprovação se o bebê pode ser contaminado com ele. Então, ainda há controvérsias entre os próprios médicos, se a mãe com Zika deve parar ou não de amamentar. Li algumas matérias sobre isso, e cada profissional entrevistado teve uma posição diferente, então, o melhor é conversar com o pediatra com urgência, assim que a mãe detectar algum sinal da doença.

Se você vai continuar tentando engravidar ou já está grávida fique atenta, use repelente, com orientação médica, e faça um bom acompanhamento pré-natal e pré-gestacional (tentantes).
Espero ter aberto um pouco o caminho da orientação.
Vamos combater juntos essa epidemia, amores. Um mosquito bobo não pode nos vencer.
Espero vocês na próxima edição da revista.

Beijos e Luz!

Fonte de pesquisa:
www.saude.go.gov.br
Facebook.com/saudegoias
www.dermatologiaesaude.com.br

Comentários

Comentários